Dicas de copywriting para redes sociais 

Escrever bem não é magia: é o resultado de muito estudo, dedicação e uma pitada de amor!

Anúncios

Certa vez, o político norte-americano Dennis Roch disse: “se você precisa de muitas palavras para dizer o que pensa, pense mais um pouco”. Pare e reflita por alguns instantes nessa citação: ela é uma verdade escondida a sete chaves pelos melhores profissionais de copywriting em todo o mundo! 

Usar as palavras certas, na medida certa e que se comuniquem de igual para igual com seu público-alvo: pode parecer um sonho distante, mas é perfeitamente possível, caso você tenha real interesse em se aprofundar nesse vasto universo. 

Anúncios

Escrever para redes sociais é bastante diferente de fazer um livro. Algumas regras devem respeitadas para que você seja capaz de construir significado e envolvimento em suas postagens. Se você não conquistar o seu público pelo coração, dificilmente chegará longe nessa estrada. 

O que é copywriting? 

É todo tipo de redação publicitária, como textos de blog, artes e legenda para redes sociais, descrições de produtos e serviços, landing pages, etc. Redatores especializados produzem peças personalizadas para esses (e vários outros) meios.  

O produto criado pelos redatores também é conhecido como “copy de vendas”. Por meio de textos envolventes e emocionais, pode-se construir conscientização e autoridade de marca e, ao mesmo tempo, criar conteúdos informativos que exercem um importante serviço à sociedade. 

Anúncios

Todos os posts de redes sociais, outdoors, catálogos e folhetos que você encontra na internet e pela cidade foram feitos por especialistas em copywriting. Eles podem ser contratados por agências de marketing, empresas de relações públicas ou mesmo de maneira independente, como freelancers. 

Os 5 pilares do copywriting 

Se você respeitar estas 5 etapas, seus textos começarão a se destacar dos feitos genericamente em pouquíssimo tempo: 

1 – Público-alvo 

Para escrever corretamente, não basta dominar a gramática e as principais técnicas. Deve conhecer o seu público-alvo profundamente, o que é possível por meio de um estudo elaborado de persona. 

Agências de marketing possuem profissionais especializados em coletar dados pertinentes sobre seus consumidores, como faixa etária, gênero, média salarial, localização geográfica, preferências políticas etc. Sem essas informações, encontrar a linguagem correta pode virar um grande desafio.

Redes sociais focadas em literatura podem fazer uso de linguagens mais elaboradas, enquanto outras mais populares exigem um estilo mais simples e extrovertido.  

2 – Objetivo 

O que os seus leitores deverão fazer assim que terminarem de conferir a publicação? Essa é a pergunta que você deve fazer para si antes de se aventurar em copywriting. Seu trabalho deve fazer com que os consumidores se sintam motivados a tomar uma ação positiva.

Não importa se você quer mais inscritos em um canal do YouTube, vender um produto ou serviço ou mesmo melhorar a geração de leads de um portal de notícias: você não tem como produzir textos de qualidade se não tiver um objetivo igualmente desenhado em seu horizonte de ideias. 

Caso precise de ajuda, por que não pesquisar sobre assuntos de seu interesse? O trabalho feito por outros pode servir de inspiração! 

3 – Linguagem 

Qual é a forma que o seu público-alvo se comunica? Faça textos que se comuniquem com essa realidade. Artigos ou publicações para redes sociais com linguagem erudita certamente afastarão pessoas que buscam diversões rápidas; da mesma forma, uma expressão excessivamente coloquial deve assustar os amantes de literatura. 

O tom da mensagem é tão importante que ele é capaz de identificar sua origem. Portanto, se você ainda não dominar a expressão do seu público-alvo, está na hora de colocar as suas habilidades em copywriting à prova! 

4 – Conteúdo 

Apure adequadamente as informações antes de publicá-las. Sobretudo se forem assuntos bastante especializados e complexos, como saúde ou legislação. Desinformação é crime em vários países, podendo causar sérios problemas à reputação da marca e, claro, do profissional! 

Não tenha vergonha de pedir ajuda de especialistas: certos temas são bastante difíceis e podem exigir a presença de peritos na área para serem abordados adequadamente. Além disso, tudo precisa ser escrito claramente e sem rodeios – o que é impossível se você não dominar o básico sobre o assunto. 

Lembre-se: seus serviços de copywriting têm como principal objetivo informar, educar e explicar a necessidade; vender o seu peixe é uma consequência, e não uma finalidade! 

Leia também: Descubra Como Ganhar Itens Gratuitos em Aviões

5 – Call To Action (CTA) 

Uma CTA bem escrita pode ajudar os leitores a tomarem uma atitude durante ou depois absorverem o conteúdo. Ela pode estar presente próxima do meio do texto ou no final; tudo depende das necessidades do trabalho e do formato mais correto. 

Escrever uma ótima CTA é algo bastante trabalhoso: leva-se algum tempo até que você as produza com um pouco mais de naturalidade. Pratique bastante nos seus horários livres para sempre caprichar em seus serviços! 

Links úteis podem (e devem) ser inseridos em CTAs. Assim, os leitores serão direcionados imediatamente ao que realmente interessa, facilitando a tomada de uma ação relevante.  

Dicas adicionais 

Todo profissional de copywriting deve ler livros dedicados ao tema: grandes autores publicitários revelaram os seus segredos – e você pode descobri-los e levá-los para a sua vida agora! 

As Armas da Persuasão, do lendário copywriter Robert Cialdini, é um texto simplesmente imperdível: ele serviu de base para construir a forma como profissionais da área se expressam em propaganda e marketing. Aprenda a trabalhar com gatilhos mentais sensacionais e transforme linhas de texto em dinheiro! 

Outra grande obra é Copywriting, de Paulo Maccedo: técnicas centenárias, utilizadas até os dias atuais, são ensinadas a fundo pelo famoso redator. The Copywriter’s Handbook, de Robert W. Bly, possui vários exemplos e instruções técnicos e abrangentes para construir verdadeiras epopeias publicitárias. 

Pratique bastante! 

A vida do copywriter gira em torno de muita leitura e prática. E não existe outra forma de alcançar a excelência: trata-se de um trabalho baseado em constante aprendizado, adaptação e persuasão. 

Criatividade e inspiração podem ser buscadas por vários meios. Experimente dar uma atenção especial a textos sobre temas que você adora, feitos por pessoas apaixonadas pelo que fazem. Amor e copywriting estão intimamente ligados. Afinal, os leitores percebem quando algo é feito puramente por obrigação e quando há “algo mais”. 

Quer compartilhar algum dos seus trabalhos incríveis? Fique à vontade, então! 

Photo of author

Rafael Motta

Você também pode gostar

Lives

Suas lives lotadas: conheça alguns truques infalíveis

Anúncios As plataformas de streaming de vídeos mudaram a maneira como outros produzem conteúdos. Fazer lives se tornou muito mais comum do que qualquer um poderia ter previsto. É uma ótima forma de trabalhar ...
Continue lendo →
Messenger

Recupere suas conversas excluídas no Messenger! 

Anúncios O Facebook é a rede social mais popular em todo o mundo, com mais de 3 bilhões de usuários ativos mensais. Como era de se esperar, o seu serviço integrado de mensagens, conhecido ...
Continue lendo →
Currículo

O currículo perfeito pode acabar com o desemprego! 

Anúncios É sempre importante causar uma ótima impressão durante uma entrevista de emprego. Acontece que, antes de ela ser agendada, profissionais de recursos humanos analisam minunciosamente o seu currículo.  Pode não parecer grande coisa ...
Continue lendo →